Assaltantes de banco mortos em Ibimirim durante confronto tinham histórico de crimes, diz PM

Assaltantes de banco mortos em Ibimirim durante confronto tinham histórico de crimes, diz PM

Em 14/04/2018 às 11:35:30

Um dos quatro assaltantes de banco que morreram em um confronto com a Polícia Militar, em Ibimirim, no Sertão pernambucano, na quinta-feira (12), tinha seis mandados de prisão expedidos em Pernambuco, Bahia e Ceará. Segundo a PM, Risomar da Conceição, de 38 anos, era especialista em explosões de agências e integrou quadrilhas que atuaram em vários estados do Nordeste. 

Além de Risomar, morreram no confronto João Paulo de Souza e Silva, de 34 anos, José Cláudio Félix de Araújo, de 46 anos, e Bruno Allan Soares, de 22 anos.

Segundo a PM, todos tinham passagem pela polícia por furto qualificado, roubo, explosão e formação de quadrilha. Eles atuavam em seis estados do Nordeste: Pernambuco, Alagoas, Piauí, Sergipe, Bahia e Ceará.

A PM trabalha com a possibilidade de parte da quadrilha ter conseguido fugir. Um carro Fox preto, segundo denúncias, estava na cidade e os ocupantes participariam da explosão do banco. Seriam quatro ou cinco homens, que escaparam quando começou o tiroteio.

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira (13), no Centro do Recife, a PM de Pernambuco deu detalhes da operação, que impediu uma ação contra o banco no município sertanejo, distante 340 quilômetros da capital.

“Houve tentativa de negociação, mas eles não se renderam, foram baleados e acabaram morrendo no hospital local”, resumiu o comandante do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi), tenente-coronel Ely Jobson.

Operação

De acordo com o oficial da PM, a ação começou quando a equipe do Bepi recebeu uma denúncia sobre a ação que seria realizada em Ibimirim. Quando os militares chegaram ao município, se depararam com uma caminhonete Toro. Depois de checar a placa, ficou constatado que o veículo era roubado.

Jobson informou que, ao avistar, as viaturas, os bandidos fizeram uma manobra brusca e começaram a atirar. “Houve perseguição e eles bateram com a caminhonete em um a casa. Depois seguiram a pé”, observou.

Momentos depois, os militares chegaram a uma área onde havia cinco casas. Todas foram revistadas e os homens acabaram sendo encontrados na última residência.

“Eles entraram na primeira casa e pularam os muros. Antes de chegar ao local onde ocorreu o último tiroteio, os moradores conseguiram sair”, acrescentou.

Apreensões
Com os homens mortos, os militares encontraram quatro armas, sendo uma espingarda calibre 12, duas pistolas e um rifle calibre 44.
A PM também tirou de circulação 150 balas de vários calibres, além de três espoletas para detonação. Os bandidos portavam, ainda, mais de de R$ 2,8 mil em dinheiro.


Autor: G1-Caruaru

Comentários