Jerry Adriani, ídolo da geração de 1960, morre de câncer

Jerry Adriani, ídolo da geração de 1960, morre de câncer

Em 24/04/2017 às 18:46:14

Ídolo da Jovem Guarda, o cantor Jerry Adriani, cuja música Doce Doce Amor despontou nas paradas de sucesso, vai deixar saudades, especialmente na geração dos Anos 1960. Ele faleceu neste domingo (23) depois de enfrentar um câncer. O músico estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ele havia sofrido trombose nas pernas em março e feito uma bateria de exames que resultou no diagnóstico do câncer. Tinha 70 anos.

Além das músicas românticas, Jerry Adriani também ganhou fama por apresentar o programa “Excelsior a Go Go”m da TV Excelsior”, na década de 1960, que contava com a participação de Luiz Aguiar. O programa era um musical com apresentações artísticas como Os Vips, Os Incríveis e Cidinha Santos. O falecimento foi confirmado ao Diario pela produção do artista. Os familiares também se pronunciaram pelo Facebook. “A família de Jerry Adriani tem o doloroso dever de comunicar aos seus amigos o seu falecimento. Agradecemos a todos pelo enorme carinho”.

Na certidão de nascimento, ele se chamava Jair Alves de Souza e nasceu no dia 29 de janeiro de 1947, no Bairro de Brás, em São Paulo. Seu primeiro disco foi “Italianíssimo”, no qual cantava músicas em italiano e o nome Jerry Adriani foi incorporado a sua carreira. Em 1965, ele começou a gravar músicas em português.

Ainda no Facebook, amigos lembram o clássico do artista, no qual ele canta Doce Doce Amor com Raul Seixas.

Autor: Diario de Pernambuco

Comentários