Náutico se acerta no segundo tempo  e derrota o Vila Nova no OBA: 2 a 0

Náutico se acerta no segundo tempo e derrota o Vila Nova no OBA: 2 a 0

Em 29/08/2016 às 08:06:41

A derrota em casa para o Criciúma é coisa do passado. Neste sábado, o Náutico se recuperou do revés e venceu o Vila Nova, em Goiânia, por 2 a 0. Jogando no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o Timbu contou com ótima atuação no segundo tempo e, com tranquilidade, chegou aos gols da vitória com Jefferson Nem e Hugo. O resultado leva o Timbu para a sexta colocação, com 31 pontos, e deixa o Tigrão em 12º, com cinco pontos a menos.

Embora tenha tomado iniciativa na etapa inicial, o Vila Nova pecou pela falta de criatividade e pelo excesso de lançamentos do meia Jean Carlos para o atacante Moisés, flagrado inúmeras vezes em impedimento. Ao Náutico coube se ajustar no segundo tempo, abrir o placar e contar com o nervosismo do adversário para marcar o segundo gol e definir a partida. O time pernambucano volta a campo na próxima terça, em casa, contra o Londrina. O Vila Nova visitará o líder Vasco. 

O Vila Nova procurou mais o campo de ataque, mas não conseguiu criar chances claras de gol no primeiro tempo. Bem postado, o time goiano praticamente não foi ameaçado pelo Timbu, mas também esbarrou na marcação adversária. A alternativa mais uma vez era explorar os lançamentos do meia Jean Carlos, que tentava acionar Moisés a todo instante. Um lance de perigo aconteceu quando atacante e meia inverteram os papéis. Moisés armou de primeira para Jean, que bateu com perigo à esquerda de Júlio César. 

O Náutico chegou bem aos 28 minutos. Jefferson Nem recebeu com liberdade na ponta esquerda e chutou com desvio. A bola saiu pela linha de fundo. Aos 33 minutos, o atacante Patrick conseguiu ganhar dividida com o goleiro Júlio César na área alvirrubra, mas errou na hora de tocar para algum companheiro dentro da área. Além de as duas equipes estarem bem postadas, o forte calor e a baixa umidade eram adversários a mais no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga. O árbitro até pausou a partida em tempo técnico durante a etapa inicial.
Vitória tranquila do Náutico na etapa final.

O Náutico demorou apenas 20 segundos para mostrar que seria outro time no segundo tempo. Hugo finalizou bem após passe de Renan Oliveira e obrigou o goleiro Saulo a fazer boa defesa. O Tigrão conseguiu reagir ainda antes de o ponteiro completar uma volta. Jean Carlos exigiu boa intervenção de Júlio César. Mas a partir daí o Timbu começou a tocar a bola com tranquilidade e comandar o jogo. O gol saiu aos sete minutos. Rony fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro. Jefferson Nem apareceu no meio da zaga e completou para o fundo das redes: Náutico 1 a 0.

O gol abriu o time do Vila Nova, que partiu para substituições. Enquanto o técnico Guilherme Alves tentava mudar o rumo do jogo, os visitantes mantinham a postura. A única jogada efetiva de ataque do Vila eram os lançamentos de Jean Carlos para Moisés, flagrado inúmeras vezes em impedimento. Aos 19, o experiente Hugo não perdoou. Ele recebeu com total liberdade na meia-lua e chutou forte no canto esquerdo de Saulo: 2 a 0. 

Autor: Globoesporte

Comentários