Segundo dirigentes, Sport já teria recursos para a compra de Rogério em definitivo

Segundo dirigentes, Sport já teria recursos para a compra de Rogério em definitivo

Em 11/02/2017 às 08:59:04

Após adquirir 70% dos direitos econômicos do atacante André por R$ 5,23 milhões, na contratação mais cara da história do Sport, a diretoria rubro-negra se prepara para fazer outro investimento milionário. Em entrevista nesta quinta-feira, o executivo de futebol leonino, Alexandre Faria, e o vice de futebol Gustavo Dubeux, indicaram que o clube já conta com recursos para adquirir mais 25% dos direitos do atacante Rogério, junto ao São Paulo e assim ficar em definitivo com o atacante. 

Dono de 25%, o Leão tem contrato de empréstimo como o atleta até maio, com direito de exercer a opção de compra dos outros 25% até o dia 15 de abril. Segundo informações extraoficiais, para ter o jogador em definitivo, os rubro-negros terão que desembolsar mais R$ 3,5 milhões. O que, somado aos R$ 2,5 milhões já gastos pela compra dos 25% iniciais, fariam de Rogério a nova contratação mais cara da história do clube, com um valor total de R$ 6 milhões.

"Se o Sport não tivesse dinheiro para contratar, já teria liberado ele para o São Paulo e recebido em dinheiro. Se o atleta esta aí atuando e a nossa intenção é mantê-lo é porque temos possibilidades de ficar com ele", destacou o executivo leonino.

Questionado sobre o mesmo assunto, Gustavo Dubeux também se mostrou confiante na permanência do jogador. "O Sport tem recebíveis e conta com o apoio da torcida para melhorar a bilheteria. Além disso, conta com receitas dos sócios e patrocinadores. E a campanha dentro de campo que também vai gerar receitas, como as classificações nas competições. Tudo isso faz parte do orçamento. Com isso, teremos sim dinheiro para exercer essa opção de compra de mais 25% de Rogério e ter ele em definitivo aqui", pontuou.

A venda de Renê para o Flamengo, rendeu ao Sport cerca de R$ 3,2 milhões, em valores também não oficiais. Além disso, só com a participação na Copa do Brasil, o clube pernambucano já faturou R$ 940 mil, sendo R$ 440 mil referentes ao jogo da primeira fase e mais R$ 500 mil pela classificação diante do CSA.

"O Sport investiu na aquisição de 50% de Rithely, na contratação de André, na renovação de Diego Souza. São investimentos que o clube fez. A venda de Renê é uma receita, já que também há no orçamento do clube uma previsão de negociação de atletas. Evidente que Rogério é importante e temos todo o interesse de fazer esse esforço em mais esse investimento", finalizou Dubeux. 

Autor: superesportes

Comentários