Temer, Dilma e Lula reagem à morte de Fidel Castro

Temer, Dilma e Lula reagem à morte de Fidel Castro

Em 26/11/2016 às 15:55:39

A morte do líder cubano Fidel Castro provocou reações de inúmeros líderes mundias. No Brasil, a ex-presidente Dilma Roussef publicou nota no Facebook em que lamenta a morte de Castro e diz que ele foi "um homem que soube unir ação e pensamento, mobilizando forças populares contra a exploração de seu povo". Para Dilma, a morte do comandante é "motivo de luto e dor".

O ex-presidente Lula também publicou nota de pesar. No texto, Lula chama Fidel de "o maior de todos os latino-americanos" e de "meu amigo e companheiro". Lula afirma ainda que sente a morte de Castro como "a perda de um irmão mais velho, de um companheiro insubstituível, do qual jamais me esquecerei".

Em nota enviada à imprensa, o atual presidente da República, Michel Temer, disse apenas que "Fidel Castro foi um líder de convicções. Marcou a segunda metade do século XX com a defesa firme das ideias em que acreditava".

Autor: Eduarda Fernandes/Diário de Pernambuco

Comentários