União reconhece situação de emergência por causa da seca em 38 municípios de AL

União reconhece situação de emergência por causa da seca em 38 municípios de AL

Em 13/08/2018 às 21:02:45

Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil reconheceu situação de emergência em 38 municípios de Alagoas por causa da seca (veja a relação completa ao final do texto). A portaria foi publicada nesta segunda-feira (13) no Diário Oficial da União (DOU).

O decreto, assinado no dia 9 de agosto, é válido por 180 dias. A publicação não foi informa, porém, o valor dos recursos que serão destinados a esses municípios a partir de agora. De janeiro a julho deste ano, o estado recebeu cerca de R$ 12,1 milhões do Ministério da Integração Nacional para abastecimento emergencial.

O governo do Estado já tinha decretado situação de emergência nestes 38 municípios no dia 31 de julho, mas faltava o reconhecimento do Governo Federal para que houvesse captação de recursos da União.

Na ocasião, a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) informou que o governo entrou em contato com o Ministério da Integração Nacional para pedir que a Operação Pipa seja retomada imediatamente nesses locais.

Os municípios em situação de emergência são:

Água Branca;
Arapiraca;
Batalha;
Belo Monte;
Cacimbinhas;
Canapi;
Carneiros;
Craíbas;
Coité do Nóia;
Delmiro Gouveia;
Dois Riachos;
Estrela de Alagoas;
Girau do Ponciano;
Inhapi;
Igaci;
Jacaré dos Homens;
Jaramataia;
Lagoa da Canoa;
Major Izidoro;
Maravilha;
Mata Grande;
Minador do Negrão;
Monteirópolis;
Olho D’Água das Flores;
Olho D’Água do Casado;
Olivença;
Ouro Branco;
Palestina;
Palmeira dos Índios;
Pão de Açúcar;
Pariconha;
Piranhas;
Poço das Trincheiras;
Quebrangulo;
Santana do Ipanema;
São José da Tapera;
Senador Rui Palmeira;
Traipu.

Autor: G1-AL

Comentários